sábado, 21 de setembro de 2013

O Tempo de Cantar Chegou!







O meu amado fala e me diz: Levanta-te, meu amor, formosa minha, e vem.
Porque eis que passou o inverno; a chuva cessou, e se foi;
Aparecem as flores na terra, o tempo de cantar chega, e a voz da rola ouve-se em nossa terra.
A figueira já deu os seus figos verdes, e as vides em flor exalam o seu aroma; levanta-te, meu amor, formosa minha, e vem.
Pomba minha, que andas pelas fendas das penhas, no oculto das ladeiras, mostra-me a tua face, faze-me ouvir a tua voz, porque a tua voz é doce, e a tua face graciosa.

Cantares 2:10-14

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

HOME


Home - By Kim Walker

Eu respiro e deixo você entrar
A paz que eu não consigo entender
Em seus braços abertos meu coração está descansando
Sua bondade fez um caminho para mim
Dando tudo ao se render
Para seus braços abertos meu coração corre

Eu encontrei minha casa em Ti
Aquela pela qual fui criada
Eu encontrei minha casa no Seu amor

Estou repleta de gratidão
A alegria que vivo para expressar
Em Seus braços abertos meu coração está dançando

Eu encontrei minha casa em Ti
Aquela pela qual fui criada
Eu encontrei minha casa no Seu amor

Eu encontrei o lugar mais seguro
Nos Teus braços de misericórdia
Encontrei minha casa, encontrei minha casa em Ti

Eu estava perdida, mas Você me achou
Eu ouvi Seu Espírito me chamar
Agora meu coração se alegra, eu estou em casa

Eu encontrei minha casa em Ti
Aquela pela qual fui criada
Eu encontrei minha casa no Seu amor

terça-feira, 17 de setembro de 2013

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

You're Beautiful


Vejo Teu rosto em todo amanhecer
As cores da manhã estão dentro de Seus olhos
O acordar do mundo na luz do dia
Eu olho para o firmamento e digo
Tu és lindo
Eu vejo Seu poder na noite enluarada
Quando os planetas movem-se e as galáxias brilham
Nos espantamos na luz das estrelas
Tudo isso proclamando quem Tu és
Tu és lindo
Eu vejo você pendurado em um madeiro
Você sangrou e então morreu depois ressuscitou novamente por mim
Agora estás sentado em Seu trono celestial
Em breve estaremos voltando pra casa
Tu és lindo
Quando chegarmos na praia da eternidade
Quando a morte é apenas uma memória e lágrimas não mais teremos
Entraremos aos sinos das bodas
Sua noiva irá se reunir e juntos cantaremos
Tu és lindo
Eu vejo Seu rosto, Eu vejo Seu rosto, Eu vejo Seu rosto
Tu és lindo

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Não Há Dor Que Ele Não Entenda

Não há dor que Jesus não entenda,
Não há sofrimento que Ele não se compadeça.
Ele mesmo sofreu em sua própria pele a dor de toda humanidade.
Vivenciou todos os sofrimentos para entender a nossa dor e nos sarar!
Dor física?
Ele sofreu a maior de todas: morte de cruz!
Dor na alma? Só para citar algumas...
Foi rejeitado pelo povo que mais amou.
Sim, Ele sabe o que é ser rejeitado.
Dor da traição? Ele foi traído por um dos seus mais íntimos seguidores e foi negado três vezes por um de seus melhores amigos.
Dor do abandono? Foi abandonado por todos no momento de sua maior dor. Quase todos o abandonaram na hora da cruz. Pouquíssimos permaneceram...
E ali sentiu a pior dor... o abandono do Pai.
Dor da injustiça? Recebeu a maior de todas! Tomou sobre si a culpa de toda uma humanidade (dos que eram, passaram e ainda passariam pela Terra). Morreu por pecados que não cometeu.
Dor da perseguição? Foi perseguido, humilhado, criticado, ridicularizado, questionado... E isso porque só veio a Terra para fazer o bem e mostrar o caminho do amor...
Passou por tudo isso por mim e por você, para nos livrar da dor maior – a ausência de Deus. Mesmo sabendo que muitos de nós nunca reconheceriam a sua oferta de amor. Mesmo assim Ele escolheu morrer por nós e sofreu para nos sarar. Se fez homem sendo Deus. Se esvaziou de sua glória, trono e poder. Tudo por amor a nós!
Existe um Deus que se fez homem para te entender! #Jesus

Não, não há dor que JESUS não entenda, não há sofrimento que Ele não se compadeça. 

“Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Isaías 53:4-5


M.S.