sexta-feira, 30 de maio de 2014

#dia13

O amor tem que ser voluntário

“Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.” I Coríntios 13:13

O amor, para ser genuíno, tem que ser voluntário. É uma escolha, aparentemente sem razão ou sem lógica necessária. É quando o anseio mais profundo do nosso coração encontra seu alvo maior. A emoção toma conta e todo o caos passa a fazer sentido. 

Não há como cobrar o amor. O amor verdadeiro brota da essência, não pode ser enganado, não pode ser forçado. É uma força maior. É uma decisão altruísta. 

O amor verdadeiro transforma. Cura as feridas. Transforma histórias. Nos torna pessoas infinitamente melhores.

Eu costumo dizer que não existe revelação mais poderosa do que a revelação do amor de Deus por nós. Não existe verdade que nos toque no mais profundo do que entender o Seu amor, expresso em Jesus, através de Sua vida e morte lá na cruz. O temor de Deus nos muda, mas a revelação do amor de Deus nos transforma por completo, pra sempre.

Mas, o que será que Deus espera de nós como resposta ao Seu infinito amor? O amor Dele já foi entregue, já foi derramado quando entregou Seu filho Jesus por nós. E fez isso independente de nossa escolha por amá-lo de volta ou não. Ele poderia forçar o nosso amor por Ele, mas Ele preferiu deixar a nossa resposta de amor ser livre, voluntária… 

Ele espera, busca e Se revela apenas à amores voluntários. E quando assim respondemos a Ele começamos a mais linda jornada de toda a nossa existência. Não existe algo mais profundo, não existe nada que possa ser melhor do que quando nos encontramos em Seu amor.

Paz,

M.S.

quinta-feira, 29 de maio de 2014

#dia12

Coloque sua confiança em Deus

“Bendito o homem que confia no Senhor e cuja confiança é o Senhor”. Jeremias 17:7

Quantas vezes nos frustramos por querermos ou esperarmos mais das pessoas do que elas podem nos dar. Já diria Shakespeare que “a expectativa é a raiz de toda frustração do coração”. Não que não devamos esperar nada das pessoas e nos tornarmos frios ou incrédulos quanto aos relacionamentos humanos, mas precisamos aprender que os outros só nos dão o que podem ou  o que querem nos dar.

Devemos colocar as nossas expectativas em Deus e não em homens, sabendo que Ele cuida de nós, como mais ninguém pode cuidar. Seres humanos são falhos e sempre serão, mas Deus tem atributos infalíveis e imutáveis que faz Dele digno de toda a nossa confiança. 

Paz,

M.S.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

#dia11

Confiando os planos do coração a Deus

“O coração do homem propõe seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos”. Provérbios 16:9

Quantos planos e sonhos existem no coração do homem? Fomos criados para sonhar, feitos para visualizar e planejar o futuro. Existem sonhos que são sementes divinas plantadas em nossos corações. E essas sementes precisam ser regadas e cuidadas por nós, com zelo e com a ação necessária para que esses mesmos sonhos, semeados por Deus, se tornem realidade. 

Mas, existem planos dos nossos corações que vem de nossa carne, talvez tendo como base motivações erradas, tais como a vaidade ou a ganância. Ou podem ser apenas ilusões dos nossos corações que acabam por gerar grandes frustrações.

Precisamos aprender a entregar os nossos sonhos e cuidados a Deus, por completo. Com uma atitude de submissão a Ele e Sua palavra. Também com muita oração e entrega. E com ações de graça pelo o que Ele já fez e pelo o que Ele ainda fará. 

Eu costumo dizer que Deus sempre faz diferente do que imaginamos. A nossa lógica é muito limitada para entender o Seu agir por completo. Mas, tudo aquilo que Ele faz é infinitamente melhor do que poderíamos pensar ou sonhar. 

Entregar os sonhos e os planos do coração a Ele é aprender a confiar no Seu agir soberano. E isso significa entender que se a porta se abrir ou se ela se fechar é porque Ele sabe o que é melhor para nós e que no final das contas tudo vai se encaixar perfeitamente com Seu propósito maior para as nossas vidas. Vale a pena entregar tudo a Ele, vale a pena confiar 100% no nosso Deus!


Paz,

M.S.

terça-feira, 27 de maio de 2014

#dia10

O processo também é muito importante 

“Pois, o que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” Marcos 8:36

Vivemos em tempos em que os resultados são super valorizados e os processos negligenciados. Vemos pessoas passando por cima de princípios, relacionamentos, ideiais para conseguirem seus desejos, poder, dinheiro, promoção, entre tantas outras coisas. 

E o que será que a Bíblia nos fala a respeito de resultados e processos? A palavra nos diz que temos um alvo, o “resultado" nesse caso seria cumprirmos nossa carreira proposta por Deus. Mas, até chegar lá o que devemos fazer?

O Apóstolo Paulo compara a caminhada cristã como uma corrida e o alvo final é Jesus (I Co 9:25). Mas, precisamos entender que para chegar até o final dessa corrida precisamos valorizar todo o processo. 

Ao longo do processo podemos muitas vezes errar, cair, mas Deus nos dá sempre uma chance para recomeçar. O importante é continuarmos nessa corrida, guardando a nossa fé e o nosso coração sincero perante Deus e seus mandamentos. 

Deus também nos avalia ao longo do processo. E nessa "avaliação" Ele está muito mais interessado no estado de nossos corações do que nos resultados que apresentamos externamente. Podemos parecer bem sucedidos aos olhos dos homens, mas não aos olhos de Deus que pesa as intenções de nossos corações, enquanto corremos atrás de nossos objetivos.

Que possamos ser aprovados por Deus ao longo de toda a nossa corrida de fé. Aprovados por termos um coração voltado a Deus e seus mandamentos ao longo de todo o processo, para assim chegarmos irrepreensiveis no nosso destino final. Afinal de contas, o que adianta ao homem conquistar o mundo inteiro e perder a sua alma?

Paz,

M.S.


domingo, 25 de maio de 2014

#dia9

Levanta e anda 

“Então Jesus disse-lhe: levanta-te, toma o teu leito e anda!”João 5:8

Independente do que tenha acontecido no seu passado: erros, acertos, fracassos, situações boas que se perderam… Não importa! Não se deixe paralisar pelo o que já foi! HOJE você tem uma nova chance, dada por Deus, para seguir em frente. Jesus te convida a prosseguir e te diz: levanta e anda! 

Então siga em direção aos teus sonhos, faz diferente, constrói algo novo, ou reconstrói o que precisa ser refeito com uma nova motivação. Deus te pede para prosseguir e Ele te pede para começar hoje! Não olhe para trás, apenas siga em frente! Existem muitas surpresas boas guardadas para aqueles que seguem adiante, com a ajuda de Deus! 



Paz,

M.S.

sábado, 24 de maio de 2014

#dia8

Não temas 

“Não temas, porque sou contigo, não te assombres, porque eu sou teu Deus, Eu te fortaleço e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça”. Isaias 41:10

Quantas vezes o medo tenta bater na porta de nossa alma? Medo de nunca conseguirmos conquistar o que gostaríamos, medo de perder o que já temos, medo de fracassar, medo de ficarmos sozinhos, medo de morrer… Entre outros tantos medos… 

Alguns de nossos medos tem algum fundamento. Por exemplo, só o fato de não termos o controle sobre tudo em nossas vidas pode gerar medo (se não entregarmos nosso tudo para Deus). Mas, muitos de nossos medos são irreais, ou fantasiosos, baseados em experiências traumáticas do passado. Sentir medo faz parte da experiência humana, mas não podemos deixar ele nos dominar e consequentemente nos paralisar. 

Deus nos dá, através de Sua palavra, o seguinte comando: Não temas! Essa expressão, na verdade, aparece 365 vezes na Bíblia. É como se Ele estivesse nos lembrando que, para cada dia do nosso ano, existe uma palavra de encorajamento Dele para nos ajudar a prosseguir.

Se Ele nos fala não temas é porque Ele sabe que haveríamos de sentir medo. Mas, para isso Ele nos dá a solução: nos lembra que Ele está ao nosso lado, como um Pai zeloso que cuida de seu filho pequeno em todos os momentos. E porque Ele está ao nosso lado Ele nos pede para avançar! 

Que possamos recorrer a Ele sempre que tivermos medo, pois o nosso Pai sempre presente tem cuidado e sempre cuidará de nós, independente do que acontecer! 


Paz,

M.S.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

#dia7

Lute pela causa maior 

“Porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro” Filipenses 1:21

Ontem eu assisti um filme que mexeu muito comigo. Foi o filme que contava a história dos últimos anos de vida da princesa Diana. Ela sempre foi uma mulher mundialmente conhecida por lutar pelas causas humanitárias. De fato, ela era admirável por isso e teve um grande impacto em todas as causas em que se envolveu. 

Eu comecei a pensar sobre as causas humanitárias em si, que por mais nobres que elas sejam, e por mais que consigam sim tornar o mundo melhor, se elas não tiverem a Cristo como seu alicerce principal, o seu poder de transformação é completamente limitado. Só Jesus pode mudar a vida de uma pessoa completamente. Só Ele é capaz de transformar uma nação. E só Ele pode trazer uma mudança que vai além do tempo, da história, e de tudo enfim. 

Lógico que nós, como cristãos, deveríamos ser os primeiros a ajudar quem tem fome e sede, essa é uma ordenança de Jesus, mas precisamos levar Cristo por trás de cada ação de amor. Levar Cristo as pessoas é dar a elas o maior poder de transformação que elas poderiam encontrar. É levar sentido, poder para mudar, é conectá-las Aquele que as criou e sabe o motivo de cada história, de cada lágrima e cada dor, dando a elas um verdadeiro propósito para viver. 

Que possamos nos conectar a essa causa maior: levar Cristo onde formos. E isso significa levar água, pão ao que tem fome, roupa aos que não tem o que vestir, mas muito mais do que isso levaremos a eles o Único que tem palavras de vida eterna. O maior tesouro que alguém poderia ter e completamente acessível a qualquer pessoa, independente de raça, cultura, ou religião.


Paz,

M.S.

quinta-feira, 22 de maio de 2014

#dia6

O mover profético 

“E também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e servas naqueles dias, e profetizarão”. Atos 2:18

Hoje me peguei pensando sobre o mover profético. O quanto esse ministério  ainda precisa ser restaurado e melhor compreendido dentro do corpo de Cristo. No antigo testamento, os profetas foram levantados como verdadeiros porta vozes de Deus. O Espírito Santo era derramado sobre eles e tudo o que eles falavam era a própria voz de Deus. 

Depois de Jesus, muita coisa mudou. Ele era o próprio Deus falando diretamente aos homens (Hb 1:1-2). Mas, após Sua morte e ressurreição algo poderoso aconteceu: o Espírito Santo foi liberado para habitar em todos aqueles que confessassem Jesus como Seu Senhor e Salvador. Que mistério gigantesco é esse! As vezes não nos damos conta do privilégio que nós temos em ter o Espírito Santo, que é o Único que conhece as profundezas de Deus, habitando dentro de nós. E porque Ele habita em nós, podemos profetizar. Profetizar, nesse caso significa, de forma simplificada, ouvir de Deus, geralmente algo relacionado a fatos que envolvem o futuro, seja para nós mesmos ou para comunicar alguém ou a Igreja o que foi falado por Deus. 

Deus pode falar conosco através de muitas formas: Sua palavra já revelada (a Bíblia), Sua voz em nosso interior, também fala através de sonhos, visões, e até voz audivel, se o propósito for bem especifico. 

Mas, todo esse tema ainda gera muita confusão no corpo de Cristo, a discussão aqui seria bem longa. Mas, um versículo que nos ajuda a compreender melhor o propósito e o dom de profecia, depois de Cristo é esse: “Segui o amor; e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente o de profetizar… Mas o que profetiza fala aos homens para edificação, exortação e edificação” 1Co 14:1 e 3. Esse sempre será o nosso norte quando o tema for profecias e mover profético.


Paz,

M.S.

#dia5

Dê um passo de fé 

“Porque o Espírito Santo vos ensinará na mesma hora o que deveis dizer” Lucas 12:12

A fé move montanhas, como diz a palavra. Ela é um dos ingredientes essenciais para que Deus opere grandes milagres. Não que Deus precise de algo para agir, Ele é Deus, independente de nossa crença Nele ou não, mas para interagirmos com Ele precisamos ter fé, pois ainda não o vemos face a face.

Deus honra a fé de Seus filhos com o sobrenatural, mas hoje eu quero enfatizar um aspecto da fé: quando Deus nos pede para fazer ou realizar algo como uma resposta baseada na fé. Quantas vezes adiamos os planos de Deus por acharmos que não estamos preparados? Mas, precisamos entender que nunca estaremos 100% preparados e que isso não deve nos impedir de realizar tudo aquilo que Deus está nos pedindo.

Tenho aprendido em minha caminhada com Deus que muitas vezes quando Ele me pede para fazer algo a capacitação necessária só vem no exato momento em que eu dou um passo de fé, obedecendo Sua voz de comando. A capacitação não vem antes, ela tem a ver com um propósito especifico, ordenado por Deus, e por isso não deve ser desperdiçada. 

Nao tenha medo de fazer aquilo que Deus te pede, por mais dificil que possa parecer, sempre será o Espírito Santo através de você. E se você escolher andar por fé Ele certamente te honrará com grandes surpresas e fará em sua vida e, através de você, infinitamente mais do que você jamais imaginou.


Paz,

M.S.

terça-feira, 20 de maio de 2014

#dia4

Não deixe para amanhã 

“Agora escutem, vocês que dizem: “Hoje ou amanhã iremos a tal cidade e ali ficaremos um ano fazendo negócios e ganhando muito dinheiro! Vocês não sabem como será o dia de amanhã…” Tiago 4:13-14

Sabe aquela pequena pendência que sempre deixamos para amanhã? Ou aquela mudança que só depende de nós hoje e também deixamos para amanhã? A real é que uma pequena pendência hoje se torna grande no futuro. Uma pequena dívida hoje certamente se tornará bem maior ali na frente, que certamente será cobrada com juros e correção monetária, como diz o ditado popular. 

Postergação é a palavra usada para refletir esse tipo de comportamento. Significa adiar o que pode ser resolvido hoje. 

Nem tudo podemos resolver em um único dia, mas podemos ao menos começar. E, nesse caso, um pequeno passo já faz toda a diferença.

Deus nos dá um dia de cada vez para administrarmos e também nos dá toda a capacitação necessária para fazermos isso. Quando entendemos essa verdade vivemos o nosso presente sem arrependimentos e ainda semeamos o melhor para o nosso futuro.  Não temos como controlar tudo o que vai acontecer, mas temos como semear o melhor com o trabalho nosso de cada dia. 

Hoje eu resolvi colocar minhas pendências do dia resolvidas e o resultado é que estou indo dormir com a mente mais tranquila e com a sensação de satisfação. 

Que possamos aprender a não deixar para amanhã o que podemos resolver hoje. E para conseguirmos colocar isso em prática a oração, logo pela manhã, faz toda a diferença.

Paz,

M.S.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

#dia3

É melhor dar do que receber

“Mais bem aventurada coisa é dar do que receber”. Atos 20:35

Ontem, servindo no culto de minha igreja, eu experimentei aquela alegria que vem quando nos dispomos a ajudar alguém. Eu pude orar por algumas pessoas e ver Deus tocando essas vidas através de minha vida. E o resultado é que eu também sai de lá completamente feliz. Como é bom quando conseguimos tirar os olhos de nossas próprias necessidades e olhar para as necessidades de quem está ao nosso redor. Somos todos conectados por Deus, não nascemos para viver no egocentrismo. 

As vezes temos o engano de achar que a felicidade reside naquilo que podemos receber: de Deus, das pessoas… Como se o mundo girasse ao nosso redor, queremos receber o melhor sempre e nos frustramos quando não recebemos. Estamos sempre com uma atitude de cobrança frente a vida. Mas, JESUS já nos ensinou uma grande lição que se quisermos receber algo precisamos primeiro semear com nossas próprias atitudes: se quisermos amor precisamos dar amor, se quisermos ser grandes precisamos primeiro servir, se quisermos ser prósperos precisamos primeiro aprender a ser generosos e por ai vai. 

Não adianta termos tudo, se não compartilharmos aquilo que temos com o nosso próximo. Não existe felicidade no egocentrismo. Muito pelo contrário, o vazio e a insatisfação só aumentam quando não olhamos para o nosso próximo. Mas, quando dividimos um pouco do que temos, o próprio Deus nos recompensa com bençãos sem medida e a alegria e a satisfação são algumas delas.


Paz,

M.S.

#dia2

Aprendendo a fluir com o vento do Espírito

“O vento sopra onde quer, ouves-lhe seu ruído, mas não sabes da onde vem, nem para onde vai. Assim acontece com todo aquele que é nascido do Espírito”. João 3:8

Quando entregamos nossa vida por completo a Deus, devemos aprender a ser conduzidos pelo vento do Espírito. Até então conduzíamos nossas vidas conforme achavámos que deveria ser conduzida. Tínhamos nossos planos, nossas vontades e opiniões próprias sobre tudo. Achávamos que tínhamos o controle das situações, mas a vida constantemente nos mostrava que nunca estivemos no controle de nada, o que gerava um baita sentimento de frustração e medo. Diante dessa realidade aceitar as mudanças repentinas da vida era muito difícil.
Mas, quando entregamos nossa vida a Cristo, passamos a ser conduzidos pelo Espírito Santo de Deus. Nossa vida já não mais nos pertence. Ser conduzido pelo Espírito Santo é saber que pra cada estação existe um propósito, pra cada mudança uma nova missão. E que se Ele nos conduzir até mesmo para um deserto ali haverá provisão e algo a ser aprendido ou feito por Ele, através de nós.

Devemos dançar com o Espírito de Deus. Deixar Ele nos conduzir a cada  novo ciclo e estação de acordo com Sua soberania, que é perfeita. Nesse relacionamento de entrega ao Seu agir em nós, talvez tenhamos que praticar o desprendimento de pessoas, lugares e situações. Pois, tudo muda o tempo todo. Mas, quando somos guiados por Sua voz, temos a garantia de que Seus propósitos são maiores do que os nossos e de que existe uma porção especialmente preparada por Deus para nós para cada tempo.

Paz,

M.S.

#dia1

Deus é o meu lugar de pertencimento

“Eu sou do meu amado e meu amado é meu”. Cantares 6:3

Um dos maiores anseios do coração humano é a sensação de pertencimento. Ansiamos pertencer a alguém, uma família, ao lugar certo, a algum grupo que detenha os mesmos princípios, valores e ideais que os nossos. Queremos sentir que podemos nos conectar a algo maior do que a nós mesmos, algo que possa aquietar o vazio interior, algo que nos mostre que não estamos sozinhos na existência terrena. Seria utopia a sensação de pertencimento que perdura o tempo e as estações da vida?
Eu lembro-me um dia em que Deus revelou algo profundo ao meu coração, em um momento em que eu estava confusa se deveria morar fora do país ou não. Eu estava meio sem saber qual era o meu lugar no mundo naquele tempo e Ele me disse assim: “Eu Sou o seu lugar no mundo”. 

Naquele momento eu entendi que o pertencimento não era algo externo, mas o pertencimento só era possível através de um relacionamento íntimo e profundo com Ele. Eu pertencia a Ele, independente de onde estivesse ou com quem estivesse. O pertencimento tinha muito mais a ver com um relacionamento de amor recíproco, do que com qualquer outra coisa. E essa realidade, em sua totalidade, só é possível com o nosso Deus Criador. 

Paz,

M.S.

365 Dias com Deus


Relacionamento diário com Deus = Amor + Fé + Esperança.
Para cada dia uma reflexão diferente. 
Aprendizado de 1 ano sendo registrado, reflexo de um relacionamento diário com Deus.

quarta-feira, 14 de maio de 2014